Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Dia do Nutricionista

por Ana Catarina Tavares, Nutricionista, em 31.08.15

Hoje é o dia do nutricionista.

O nutricionista pode trabalhar em diversas áreas tais como restauração, clínica, desportiva, segurança alimentar etc. No entanto a grande procura por parte da população em geral é pela nutrição clínica. Ainda se pensa que só devemos procurar um nutricionista quando queremos perder peso.

 

No entanto, isto é completamente falso. Outras vezes pensa-se que mesmo para perder peso não necessitamos de um profissional de saúde uma vez que basta pesquisar dieta no google e aparece uma panóplia de dietas que prometem verdadeiros milagres. A nutrição clínica relaciona a Nutrição com doenças específicas tais como diabetes, hipertensões arteriais, obesidade, oncológicas, entre outras, sendo cada vez mais reconhecido o respetivo impacto na prevenção e tratamento das doenças mais fatais em Portugal.

A grande maioria das pessoas que procuram a consulta de nutrição fazem-no para perder peso e chegam à consulta com uma ideia pré-definida do peso que querem atingir e de como fazer dieta. No entanto são quase sempre ideias erradas e baseadas em mitos. Não nos podemos esquecer que o peso é a soma de tudo. É a soma dos órgãos, pele, ossos, gordura, músculo, etc. O peso não significa tanto quanto isso. O importante são os outros valores. Os valores que constituem esse peso e a sua respetiva proporção. Quanto temos de gordura total? Quanto temos de gordura visceral? E de músculo? E de água? Quais são os valores que devemos aumentar e quais os que devemos diminuir? Isso sim é o importante. O valor peso desce por acréscimo. É importante quebrar mitos alimentares como por exemplo: a fruta a seguir às refeições engorda? Ou para uma dieta resultar devemos ingerir proteínas e legumes e banir por completo os hidratos de carbono? Uma dieta não deve ser considerada como uma etapa. Deve ser considerada como uma melhoria do estilo de vida. Devemos aprender a comer. Existem milhões de promessas de soluções possíveis - comprimidos, programas de treino, dietas da moda – no entanto nenhuma promete ensinar a comer. A boa notícia é que uma boa nutrição pode contribuir significativamente para a sua saúde! Muitas pessoas simplesmente desconhecem que com apenas algumas alterações alimentares poderão dar outro bem-estar ao seu dia-a-dia, prevenir alguns tipos de doenças, perder peso ou simplesmente mantê-lo.

 

 

Esclareça todas as suas dúvidas procurando um nutricionista qualificado.

No entanto, tenha atenção! Cada vez mais existem falsos nutricionistas e dietistas. Não ponha a sua saúde nas mãos de um falso profissional de saúde. Verifique se está a ser seguida/o por um verdadeiro profissional de saúde. Denuncie falsos profissionais!

http://www.vamosporanutricaonaordem.com/#secondPage 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41


A... de Amoras

por Ana Catarina Tavares, Nutricionista, em 03.08.15

A… de Amoras

As amoras são, na realidade, um fruto agregado que é composto de muitas frutas menores chamados de mini-drupas ou dropetes. O fruto quando maduro apresenta um roxo escuro, é liso e tem uma pele frágil. No centro do aglomerado existe um núcleo branco esverdeado que se estende até ao fundo da baga. Quando as amoras são vermelhas e duras quer dizer que não estão maduras.

Acredita-se que estas são nativas da Ásia, Europa, América do Norte e do Sul.

As amoras apresentam quantidades significativamente elevadas de compostos fitoquímicos flavonoides e fenólicos, como as antocianinas, ácido elágico, taninos, quercetina, ácido gálico, cianidina, pelargonidina, catequinas, e ácido salicílico. Estudos científicos sugerem que estes compostos antioxidantes podem apresentar benefícios para a saúde contra o cancro, envelhecimento, inflamação e doenças neurológicas.

O alto teor de taninos nas amoras proporciona uma série de benefícios para reduzir a inflamação intestinal e aliviar hemorroidas.

As amoras fornecem apenas 43 calorias por cada 100 gramas tornando-as excelentes aliadas nas dietas de emagrecimento e de manutenção de peso. No entanto, apesar de pouco calorias, são ricas em fibra solúvel e insolúvel (100 g contêm 5,3 g de fibra). As fibras são importantes uma vez que ajudam a baixar os níveis de colesterol e protegem contra alguns cancros, nomeadamente do cólon.

Este fruto apresenta quantidades excelentes de vitamina C (100 g contêm 23 mg ou seja 35% da dose diária recomendada. Esta vitamina é um poderoso antioxidante natural. O consumo de frutas ricas em vitamina C ajuda a desenvolver resistência contra agentes infeciosos, contra a inflamação, e eliminar os radicais livres prejudiciais do organismo humano.

Por outro lado a vitamina C ajuda à absorção e fixação de ferro ajudando nas anemias. As amoras apresentam igualmente vitamina A, vitamina E, e vitamina K. A vitamina K atua como relaxante muscular, por isso, algumas mulheres usam as bagas para aliviar as dores do parto. Além disso, elas são ricas em vários outros promotores de saúde como a luteína e zeaxantia e em menor quantidade ß-caroteno. A luteína a zeaxantina e o ß-caroteno são antioxidantes e podem especificamente proteger os olhos, a pele e outros tecidos contra a oxidação destrutiva provocada pelos radicais livres. Estes carotenóides possuem a faculdade de filtrar os raios ultravioletas nocivos, que podem lesionar a retina. Assim, de acordo com diversos estudos, ajudam a reduzir o risco de degeneração macular relacionada com a idade, doença crónica que se desenvolve com o envelhecimento e que é a principal causa de cegueira em pessoas com mais de 65 anos. E investigações mais recentes revelam que podem desempenhar um papel na redução do risco de cataratas.

Por ser uma fruta rica em cálcio, a amora é muito eficaz no combate a osteoporose.

As folhas da amoreira são usadas para fazer chá, muito útil no tratamento de diarreias, inflamações da boca e garganta. Além disso, as amoras contêm uma boa quantidade de minerais como potássio, manganês, cobre e magnésio. O cobre é necessário no metabolismo ósseo, bem como na produção de células sanguíneas. Contêm níveis moderados de vitaminas do grupo do complexo B. Contém muito boas quantidades de piridoxina, niacina, ácido pantoténico, riboflavina e ácido fólico. Estas vitaminas trabalham como co-factores para enzimas que ajudam metabolizar os hidratos de carbono, proteínas e gorduras dentro do corpo humano.

 

Por todas estas razões, junte o útil ao agradável. Faça uma caminhada e vá apanhar amoras silvestres. Junte as amoras a batidos, a cereais, a panquecas ou coma-as sozinhas.

 

Panquecas de Aveia com amoras silvestres

 

 

Ingredientes:

- 1 colher de sopa de linhaça moída em 2 colheres de sopa de água

- 1 chávena de farelo de aveia ou flocos de aveia

- 1 chávena de bebida vegetal

- Amoras

- Banana

- Canela a gosto

 

Modo de Preparação:

1. Misture a linhaça com a água. Mexa e deixe repousar.

2. No liquidificador bater todos os ingredientes.

3. Quando estiver com uma boa consistência colocar uma concha da mistura numa frigideira anti-aderente e deixar cozinhar.

4. Esmigalhe uma banana e junte canela a gosto. Barre a panqueca com a banana.

5. Colocar as amoras por cima.

FullSizeRender.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:13


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Links

  •